26/10/2016
Dow reforça seu comprometimento com o mercado de petróleo e gás
Soluções da companhia melhoram a produtividade dos processos e contribuem para reduzir o impacto ambiental nas operações de petróleo e gás
Admin

Rio de Janeiro, outubro de 2016 – A Dow, uma das companhias químicas com o portfólio mais completo para a cadeia de petróleo e gás, participa pela terceira vez consecutiva da Rio Oil&Gas apresentando tecnologias para toda a cadeia produtiva do petróleo e do gás. Sua linha de produtos inclui soluções aplicadas desde a exploração, produção, refino e processamento, chegando até nos processos de conversão de combustíveis. Pela primeira vez, após o anúncio da aquisição da Dow Corning pela Dow, a empresa apresenta oficialmente o portfólio de silicones no evento.

A presença da empresa na feira reforça suas expectativas positivas em relação ao setor, principalmente no médio e longo prazos. A América Latina é considerada estratégica para seus negócios, principalmente o Brasil, com o pré-sal, a Argentina, com gás de xisto, e o México, com a reforma energética, que terão papel importante no contexto global nos próximos anos.

Dessa forma, a companhia investe fortemente em inovação para atender os desafios atuais das companhias de petróleo. Anualmente, a Dow destina US$ 1,6 bilhão em pesquisa e desenvolvimento, dos quais 30% são voltados para o mercado de petróleo e gás. “O Brasil participa ativamente do processo de criação e aperfeiçoamento de tecnologias, e parte dos principais produtos oferecidos ao setor já são fabricados nacionalmente”, conta Regina Oliveira, diretora Comercial da Dow Oil & Gas para América Latina.

Esse, inclusive, é um dos grandes diferenciais da Dow, única produtora local de tecnologias para petróleo e gás, como poliuretanos e alguns de seus químicos. Os lançamentos apresentados durante a Rio Oil & Gas para controle microbiano e produção e exploração de petróleo e gás, por exemplo, já são produzidos no país. Sua unidade fabril em Jacareí (SP) recebeu recentemente investimentos para aumento de cerca de 25% da capacidade de produção. “Além da fabricação local, a Dow é reconhecida por seus clientes pela disponibilidade de equipes técnicas locais, com conhecimento aprofundado sobre cada uma das empresas e que conseguem entender suas necessidades e prestar assistência com um grau de assertividade maior”, ressalta a executiva.

Na etapa de exploração e produção, a Dow fornece tecnologias que controlam a corrosão, revestimento para pintura interna e externa, lubrificantes sintéticos que minimizam a fricção em perfurações e soluções para tratamento de água. No transporte, há adesivos que proporcionam alto desempenho para revestimento anticorrosivo, produtos que melhoram o escoamento do óleo na tubulação, sistemas de revestimentos para gasodutos e oleodutos, e agora, com Dow Corning, silicones isolantes para tubulações.

Na etapa de refino e processamento do petróleo e gás, a Dow é reconhecida pelo fornecimento de tecnologias para tratamento de gás, compreendendo remoção de CO2 e H2S, enxofre orgânico, desidratação e remoção de LGN, fluidos térmicos e lubrificantes para compressores e equipamentos e membranas para tratamentos de água e solventes.

Na distribuição, a Dow ofere biocidas e marcadores para identificação de combustível para atribuição de marca e segurança contra roubo e adulterações.

Conhecimento e prática

Os clientes e visitantes poderão conferir os lançamentos e parte do portfólio no estande da companhia. Dentre os destaques estão o novo inibidor de asfaltenos ACCENT™ 1410, os desemulsificantes para petróleos pesados DEMTROL™ Linha 4000 e os revestimentos para isolamento térmico de tubulações da linha HYPERLAST™ - pipe support, linha contínua e Glass Syntactic (GSPU).

Para tirar dúvidas e levar conhecimento especializado sobre os produtos e soluções mais eficazes para endereçar as necessidades de cada cliente, a empresa disponibiliza um Expert Bar. “Nesse espaço, nossos técnicos estarão disponíveis para discutir a resolução de problemas, mostrar inovações e tendências para o setor que podem contribuir para aumentar a produtividade em todo o processo de produção de petróleo e gás”, completa Regina.

Copyright © Sellcomm Editora - Todos os direitos reservados
Receba nossa Newsletter
enviar