27/10/2014
Shell revoluciona mercado de lubrificante
Feito a partir de gás natural, novidade que traz economia em até 3% de combustível é resultado de 40 anos de pesquisas
Lubgrax

Após ser lançado nos Estados Unidos e em outros países como Alemanha, China, Argentina e Colômbia, chega ao Brasil o lubrificante mais avançado da empresa, o Shell Helix Ultra Pure Plus. A apresentação aconteceu no dia 8 de outubro e teve como palco o Memorial da América Latina, localizado em São Paulo.

Agora, o mercado não contará somente com produtos derivados do petróleo ou a bases vegetais, lubrificantes formulados a partir de sementes de diversas plantas como cana-de-açúcar, mamona e soja, uma vez que a Shell produziu uma solução feita a partir de gás natural, contando com o trabalho notável da maior planta de GTL (Gas to Liquids) do mundo, a fábrica Pearl, fruto de uma parceria entre a Shell e a Qatar Petroleum. Localizada no Catar, produz aproximadamente um milhão de toneladas de óleo básico por ano, que é o principal componente do lubrificante de motor, chegando a atingir uma média de 75% a 90% de sua composição. Vale ressaltar ainda que o óleo é apenas importado da região. A produção final é decorrente do trabalho realizado no Brasil. Ou seja, o Shell Helix Ultra com Tecnologia Pure Plus é um lubrificante produzido nacionalmente.

Planejamento

Foram 40 anos de pesquisas feitas pela equipe de engenheiros e técnicos da Shell para o desenvolvimento desta revolucionária tecnologia. “Tendo como ponto de partida o gás natural, os cientistas da Shell são capazes de desenvolver moléculas para criar um óleo básico com propriedades e características específicas. Quando este óleo é então combinado com o pacote de aditivos cuidadosamente elaborados, possibilita criar lubrificantes superiores, que oferecem maior nível de limpeza e proteção, o que não é possível com outros óleos básicos inferiores”, constatou Robert Sutherland, Gerente Técnico Global da marca Shell Helix, afirmando que a Tecnologia Shell PurePlus abriu o caminho para a nova geração de lubrificantes de motor, oferecendo a possibilidade para novas graus de viscosidade. “Uma das premissas da Shell é oferecer produtos de alta qualidade para seus consumidores. Por isso, a empresa constantemente desenvolve pesquisas em busca de inovação. Como estratégia, buscamos oferecer opções premium alinhadas com a demanda cada vez maior do mercado por este segmento de produtos”, completou Guilherme Perdigão, Vice-Presidente de Lubrificantes para América Latina da Shell.

Foto: Guilherme Perdigão, Vice-Presidente de Lubrificantes para América Latina da Shell

Diferenciais

Projetado para atender às necessidades dos motores mais recentes e estando dentro do que requisita as especificações da indústria, possui aprovação dos principais fabricantes de veículos e motores do mundo, como, por exemplo, a Ferrari que o considera como o único lubrificante apto para enchimento e serviços. Além disso, com a Tecnologia Shell PurePlus, a Shell desenvolve as moléculas presentes no lubrificante de motor, usando a engenharia química para produzir longas cadeias moleculares de carbono, que são ideais para criar um óleo básico puro e límpido. Em virtude de o óleo básico ser produzido a partir do gás natural em nível molecular, ele é significativamente mais estável do que os produtos formulados com óleo básico convencional, proporcionando ao lubrificante acabado propriedades de baixa volatilização e melhor fluidez a baixas temperaturas. Óleos básicos com a Tecnologia Shell PurePlus apresentam baixa viscosidade sob temperaturas mais frias (-25 até - 40ºC) e, por isso, começam a lubrificar o motor desde o momento da partida a frio.

Proporciona níveis incomparáveis de proteção contra a formação de depósitos no motor, inigualável proteção contra borra e proporciona proteção superior contra desgaste e corrosão, o que contribui para a extensão da vida útil do motor e redução dos custos de manutenção. Simone Ferreira, Gerente de Tecnologia de Lubrificantes para América Latina, destacou a sua importância. “Ao ser aplicado nos veículos motores, os pistões ficam 65% mais limpos do que o padrão estabelecido pela indústria, há uma economia de combustível de até 3%, um maior intervalo de troca e apresenta um ganho de quilometragem de 850 quilômetros a mais do que outo tipo de óleo, naturalmente, não oferece”. Esse levantamento foi feito em teste nos Estados Unidos, quando se detectou essa vantagem em detrimento ao outra linha de produto.

 

Foto: Simone Ferreira, Gerente de Tecnologia de Lubrificantes para América Latina

Preço

Segundo o Vice-Presidente de Lubrificantes para a América Latina, o valor deverá similar a versão anterior do Shell Helix Ultra, mas seu custo benefício será maior, contando, principalmente, com os benefícios oferecidos como menor consumo de óleo e maior intervalo de troca. 

 Exposição da marca

A Tecnologia Shell PurePlus está em toda a linha de produtos Shell Helix Ultra, que apresenta uma nova embalagem. Além do selo da tecnologia, dados técnicos estão mais claros, permitindo que o consumidor possa escolher seu óleo mais facilmente. As novas embalagens também vêm com QR Code, que leva para um site com mais informações sobre o produto e promoções.

Panorama global

Com base em estudos feitos pela Factor-Kline, empresa americana que visa trazer novos parâmetros ao ponto de desenvolver o setor, mediante as pesquisas de mercado, a Shell registrou que o mercado de sintético deverá crescer três vezes mais do que o mineral. E a demanda global terá um incremento de 60%. A companhia é detentora de 30% de capacidade de produção de óleos básicos sintéticos no mundo e de 15% em lubrificantes.

Copyright © Sellcomm Editora - Todos os direitos reservados
Receba nossa Newsletter
enviar